Mafra 104 anos; veja o antes e depois da cidade

No dia 20 de outubro de 1916 chegava ao fim uma pendência judicial que durou mais de seis décadas envolvendo os estados de Santa Catarina e Paraná. Esta data marca o Acordo de Limites entre os dois estados. Com o fim da Guerra do Contestado, parte do município de Rio Negro foi desmembrada, originando as cidades de Mafra, Itaiópolis e Três Barras.

Em 25 de agosto do ano seguinte, a Lei nº 1.147 de Santa Catarina demarcou os novos limites. No dia 08 de setembro de 1917 foi instalado o município a margem esquerda do rio Negro, que passou a dominar-se Mafra em homenagem ao Dr. Manoel da Silva Mafra, defensor de Santa Catarina na “Questão do Contestado”.

A região de Mafra é altamente rica em reservas florestais, principalmente de Araucária, erva-mate e outras espécies. A extração florestal passou a representar por muitos anos a principal atividade econômica, que permitiu o assentamento dos primeiros colonos, que mais tarde passariam a desenvolver as atividades da agropecuária de subsistência.

A cidade de Mafra fica localizada na região do planalto norte do estado de Santa Catarina. Possui uma área territorial de 1.406 km², sendo o 4º maior município em extensão territorial no estado. Tem uma população de aproximadamente 56.561 habitantes (dados de 2020 do IBGE).

É limítrofe ao estado do Paraná, através do rio Negro. A cidade vizinha, Rio Negro, possui 34.411 habitantes (dados de 2020 do IBGE). Como Mafra e Rio Negro são duas cidades unidas, popularmente o nome Riomafra é usado pelos cidadãos. Há um bom relacionamento socioeconômico em Riomafra, comportando-se muitas vezes como uma cidade única com um total aproximado de 90.972 “riomafrenses”.

Em 2017 eu criei o vídeo abaixo para homenagear Rio Negro e Mafra. É sempre emocionante assistir.

Arraste para a esquerda ou direita para ver o antes e depois

 

Hino da cidade de Mafra

Utilize o player abaixo para ouvir o hino.

Composição: Elzeário Schmitt

Minha terra de um sonho nascida.
Perfumada de sol e fulgor,
Mafra, Mafra, do céu escolhida,
és meu berço orvalhado de flor.

Desde o azul de meus sonhos de infância,
o Rio Negro me conta tua história, e
os pinhais, e os ervais em fragrância,
balizaram tuas sendas de glória.

Do Brasil no progresso integrada,
és colméia de luz na colina;
marchas firme na imensa arrancada
que esta Pátria a seus filhos destina.

Deixe o seu comentário