Exposição “Mafra 103 anos – A evolução da cidade mostrada em fotos”

Olá, querido (a) visitante! A exposição virtual “Mafra 103 anos – A evolução da cidade mostrada em fotos” possibilita que você conheça os principais pontos turísticos da cidade, além de locais importantes e históricos, através de fotos antigas e atuais.

Eu desenvolvi este trabalho de pesquisa e fotos com muito carinho. Espero que você goste e divulgue aos seus contatos para que a querida cidade de Mafra fique sempre em evidência. Ao final desta página você pode inserir comentários para interagir e ajudar a valorizar e aumentar a história da cidade com informações sobre determinadas fotos.

DESENVOLVIMENTO DA CIDADE

No dia 20 de outubro de 1916 chegava ao fim uma pendência judicial que durou mais de seis décadas envolvendo os estados de Santa Catarina e Paraná. Esta data marca o Acordo de Limites entre os dois estados. Com o fim da Guerra do Contestado, parte do município de Rio Negro foi desmembrada, originando as cidades de Mafra, Itaiópolis e Três Barras.

Em 25 de agosto do ano seguinte, a Lei nº 1.147 de Santa Catarina demarcou os novos limites. No dia 08 de setembro de 1917 foi instalado o município a margem esquerda do rio Negro, que passou a dominar-se Mafra em homenagem ao Dr. Manoel da Silva Mafra, defensor de Santa Catarina na “Questão do Contestado”.

A região de Mafra é altamente rica em reservas florestais, principalmente de Araucária, erva-mate e outras espécies. A extração florestal passou a representar por muitos anos a principal atividade econômica, que permitiu o assentamento dos primeiros colonos, que mais tarde passariam a desenvolver as atividades da agropecuária de subsistência.

A cidade de Mafra fica localizada na região do planalto norte do estado de Santa Catarina. Possui uma área territorial de 1.406 km², sendo o 4º maior município em extensão territorial no estado. Tem uma população de aproximadamente 56.561 habitantes (dados de 2020 do IBGE).

É limítrofe ao estado do Paraná, através do rio Negro. A cidade vizinha, Rio Negro, possui 34.411 habitantes (dados de 2020 do IBGE). Como Mafra e Rio Negro são duas cidades unidas, popularmente o nome Riomafra é usado pelos cidadãos. Há um bom relacionamento socioeconômico em Riomafra, comportando-se muitas vezes como uma cidade única com um total aproximado de 90.972 “riomafrenses”.

Esta foto mostra como Mafra e Rio Negro são unidas. Em primeiro plano está o Centro de Rio Negro-PR.

Distâncias aproximadas:

  • Joinville-SC: 134 km
  • Florianópolis-SC: 299 km
  • Curitiba-PR: 116 km
  • Aeroporto Internacional Afonso Pena: 119 km
  • São Paulo-SP: 520 km
  • Brasília-DF: 1.504 km

A região é cortada pelo principal corredor de transporte rodoferroviário que liga a região Sul às demais regiões do país: a BR-116 e as linhas férreas que atualmente são gerenciadas pela empresa Rumo Logística. Há também a BR-280, bastante importante no estado de Santa Catarina.

O aniversário da cidade é celebrado no dia 08 de setembro. Em 2020 Mafra completou 103 anos de história. Nos últimos anos o desenvolvimento voltou a ser destaque com a instalação de grandes empresas, como a alemã Kromberg & Schubert, Grupo Condor, Grupo Germânia e o Grupo JBS. Diversos empreendimentos na arquitetura também foram concluídos ou estão em obras, deixando a cidade cada vez mais cheia de grandes prédios.

Hino da cidade de Mafra

Utilize o player abaixo para ouvir o hino.

Composição: Elzeário Schmitt

Minha terra de um sonho nascida.
Perfumada de sol e fulgor,
Mafra, Mafra, do céu escolhida,
és meu berço orvalhado de flor.

Desde o azul de meus sonhos de infância,
o Rio Negro me conta tua história, e
os pinhais, e os ervais em fragrância,
balizaram tuas sendas de glória.

Do Brasil no progresso integrada,
és colméia de luz na colina;
marchas firme na imensa arrancada
que esta Pátria a seus filhos destina.

RIO NEGRO

O rio Negro faz a divisa dos estados de Santa Catarina e Paraná. O rio é a principal fonte de abastecimento de água para as duas cidades. Em Mafra o abastecimento é realizado pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (CASAN).

O cuidado com todo e qualquer rio é fundamental. Constantemente grupos de voluntários realizam a limpeza do rio Negro. O desafio S.O.S. Rio Negro, realizado pela ONG Voz do Rio, por exemplo, é lançado periodicamente e sempre reúne um bom número de voluntários que se dedicam para realizar a limpeza deste tão importante rio.

Ao longo da história, diversas enchentes atingiram a cidade. A mais cruel ocorreu no ano de 1983, quando o rio Negro atingiu 14,57 metros acima de seu nível normal. Tal fato causou a inundação de inúmeras ruas, atingindo alguns bairros em quase sua totalidade.

A ação da natureza destruiu casas e edificações, prejudicando a ligação entre Mafra e Rio Negro pelo alagamento do acesso e consequente interdição das pontes Dr. Diniz Assis Henning e Rodrigo Ajace, além de bloquear trechos da BR-116 a menos de dois quilômetros depois da ponte sobre a rodovia.

PONTE METÁLICA

A obra e a pedra fundamental da Ponte Metálica sobre o rio Negro foram lançadas no dia 07 de novembro de 1895 pelo então Governador Francisco Xavier da Silva. A ponte foi construída nos estaleiros da Compagnne Dyle et Baccalon, em Louvarn, Bélgica.

Arraste para a esquerda ou direita para ver o antes e depois

A inauguração ocorreu no dia 22 de novembro de 1896. O evento teve a presença do Governador do Estado, José Pereira dos Santos Andrade. As medidas da ponte são: 71,46 metros de comprimento, 7,00 de largura e 8,10 metros de altura. Neste dia a ponte foi liberada para o trânsito. Antes da construção da ponte, fazia-se o trânsito de uma margem a outra usando canoas e uma balsa.

Em 1996 esta histórica ponte completou 100 anos. No ano seguinte a Ponte Metálica foi tombada pelas Secretarias de Cultura do Paraná e de Santa Catarina, bem como pelo município de Rio Negro como elemento a ser protegido permanentemente pelo Serviço de Patrimônio Histórico e Artístico.

No dia 24 de junho de 2000 a Ponte Metálica foi reinaugurada após passar por uma grande e necessária reforma. Neste dia ela passou a ser denominada ponte “Dr. Diniz Assis Henning”.

Neste ano de 2020, no dia 14 de setembro, a ponte Dr. Diniz Assis Henning foi interditada para novas obras de revitalização. Toda a estrutura de aço recebeu manutenção com limpeza e a remoção de ferrugem. A ponte também recebeu a nova pintura que resgata a cor original de quando ela foi inaugurada: Laranja Internacional. Para descobrir e definir a cor foi realizado um laudo técnico pela Prefeitura que foi enviado à Secretaria de Estado, que confirmou e aprovou. Ela foi reaberta em 14 de novembro e atualmente se destaca com a sua marcante cor e importância histórica.

“PONTE DOS PEIXINHOS”

Em dezembro de 2014 foi realizada a revitalização da área de lazer da Ponte Interestadual Engenheiro Moacyr Gomes e Souza, na BR-116, conhecida como “Ponte dos Peixinhos”, que fica na divisa de Mafra com Rio Negro-PR.

O antigo ponto de lazer que foi muito utilizado nas décadas de 70, 80 e 90 pela população local e também por turistas que trafegavam pela rodovia foi totalmente remodelado. Famílias se reuniam aos finais de semana e utilizavam as churrasqueiras ali existentes.

Arraste para a esquerda ou direita para ver o antes e depois

Arraste para a esquerda ou direita para ver o antes e depois

Além de obras de reforço para aumento da capacidade de carga, alargamento com 2,5 metros para cada lado e implantação de acostamentos de 1,5 metros nas pistas, a Autopista Planalto Sul revitalizou toda a parte de baixo desta importante ponte. Com esta revitalização, a população tem mais uma opção de lazer. A obra foi um serviço à comunidade e usuários da rodovia, que além de trafegarem por uma ponte mais segura, podem desfrutar de uma área de lazer limpa, revitalizada, com visual e paisagem dignos de um cartão postal.

“PONTE NOVA”

A popular “Ponte Nova” foi inaugurada no dia 21 de março de 1969 com o nome Ponte Interestadual Coronel Rodrigo Ajace. Ela foi construída totalmente com concreto sobre o rio Negro, ligando as cidades de Mafra e Rio Negro-PR.

A ponte tem 204 metros de extensão. Foi construída pelo Governo de Paulo Pimentel, através da Secretaria dos Transportes e do Departamento de Estradas e Rodagem. Na época o governo aplicou na obra 310.541,90 cruzeiros novos.

Esta nova ponte ajudou a melhorar o trânsito e também serviu como viaduto, ultrapassando os trilhos da então Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (RVPSC)

Em primeiro plano está o Centro de Rio Negro-PR

FERROVIAS

As ferrovias fazem parte da história da cidade de Mafra, mesmo antes do município surgir de fato (quando a região ainda pertencia a Rio Negro). A história dos trilhos na região inicia em 22 de janeiro de 1890, quando foi assinado o contrato para a construção da ferrovia Rio Negro-São Francisco do Sul-SC.

Em 1913 a ferrovia que ligava o Porto de São Francisco à Joinville e Corupá foi prolongada até Três Barras (seguindo posteriormente até Porto União), fazendo entroncamento com o ramal de Rio Negro, mas pelo outro lado do rio, fato que levou a administração da ferrovia a mudar a localização da estação de Rio Negro do Centro para o bairro imediatamente à margem ao Sul do rio (que se tornaria território mafrense anos mais tarde). Atualmente esta antiga estação ferroviária – após passar por algumas reformas que mudaram as suas características iniciais – abriga a Secretaria Municipal de Assistência Social de Mafra.

No ano de 1939 foi construído pelo 2º Batalhão Ferroviário o trecho ferroviário Mafra-Lages do Tronco Principal Sul.

BR-116

A BR-116 é um dos principais eixos rodoviários do Brasil. A rodovia foi construída entre as décadas de 40 e 50. Em Mafra o trecho é administrado pela empresa Autopista Planalto Sul, que pertence a Arteris, uma das maiores companhias do setor de concessões de rodovias do país. A praça do pedágio fica na cidade vizinha, em Rio Negro-PR.

Os usuários da rodovia têm à disposição o serviço de atendimento médico pré-hospitalar, socorro mecânico, resgate de animais na pista, viaturas para combate a incêndio, inspeção de tráfego constante e telefone (0800 642 0116) para solicitar atendimento e informações.

Em março de 2017 a Autopista Planalto Sul entregou a obra do viaduto em desnível localizado no Km 4,5, em Mafra. O local é um dos principais acessos à cidade. Faz entroncamento com a BR-280.

O viaduto foi projetado para resolver o conflito no cruzamento de tráfego das duas rodovias, além de evitar filas e, principalmente, trazer mais segurança para os usuários. De acordo com a Autopista, diariamente passam por este viaduto cerca de sete mil veículos. São viajantes, turistas, caminhoneiros que carregam a safra agrícola, além de cargas que movimentam a economia do país. Portanto, Mafra tem importante presença no mapa rodoviário do Brasil.

BR-280

A BR-280 leva a municípios como Rio Negrinho, São Bento do Sul e Joinville. Em Mafra, esta rodovia chega a uma altitude de quase mil metros acima do nível do mar.

RODOVIÁRIA DE MAFRA

O Terminal Rodoviário de Passageiros “Zenny O Gaissler” fica localizado na Avenida Severiano Maia. Em 2012 a rodoviária de Mafra recebeu diversas melhorias, passando a ter novas, modernas, confortáveis e seguras instalações. A reforma tornou o lugar mais agradável, com maior espaço para os passageiros.

“AEROPORTO” HUGO WERNER

Sim, Mafra tem um “aeroporto”! É um aeródromo na na verdade, cujo nome é Aeroporto Hugo Werner e fica localizado na Rua José Stoebel, no bairro Faxinal. Recebeu este nome no ano de 2000. Antes disso era chamado de Campo de Aviação. Ele possui uma pista em grama medindo aproximadamente 920 x 99 metros de extensão para pousos e decolagens de pequenas aeronaves. O local encontra-se interditado desde 2003 pelo Departamento de Aviação Civil (ANAC), que é responsável pela fiscalização dos horários de voos, do grau de treinamento de tripulantes e da infraestrutura de aeroportos. Recentemente as autoridades locais tentaram reativar o local. Clique aqui e leia a reportagem.

ESCADARIA DA RUA FELIPE SCHMIDT

Esta escadaria fica localizada na Rua Felipe Schmidt, no Centro de Mafra. É ideal para quem adora praticar exercícios físicos. É cruel para quem não gosta de fazer os joelhos trabalharem, mas gosta de encurtar caminhos. A escada dá acesso à Rua Professora Maria Espírito Santo.

MARCO ARQUITETÔNICO DO CENTENÁRIO DE MAFRA

Na manhã do dia 8 de setembro de 2017, quando Mafra completou 100 anos, foi inaugurado o marco arquitetônico na entrada principal da cidade, na Avenida Presidente Nereu Ramos. A ocasião foi prestigiada pela população e por diversas autoridades locais, estaduais e federais.

O monumento foi elaborado pela arquiteta Elery Adriana Kalisky e tem como objetivo perpetuar a lembrança do centenário da cidade. O desenho do marco enaltece Mafra como a Pérola do Planalto, título que foi resgatado para a cidade.

Abaixo da pérola erguem-se as mãos responsáveis pela colonização do município, destacando as etnias Alemã-Bucovina, Polonesa, Ucraniana, Italiana e Libanesa, simbolizadas através as cores de suas bandeiras.

HOSPITAL SÃO VICENTE DE PAULO

No dia 30 de julho de 2020, o Hospital São Vicente de Paulo completou 70 anos de atividades. Em 1950 o hospital saiu do papel e ganhou sede na Rua Senador Salgado Filho, nº 983. O terreno foi doado por Elzira Bley Maia e tornou-se um dos endereços mais importantes da cidade de Mafra e também para toda a região, inclusive para cidades do Paraná. É um hospital moderno e de referência!

Arraste para a esquerda ou direita para ver o antes e depois

A Associação de Caridade São Vicente de Paulo foi fruto da Campanha Pró-Hospital de Mafra. A trajetória teve início como Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo, com 68 leitos, registrando 1.204 internações durante o primeiro ano. Atualmente o hospital alia a tecnologia ao calor humano para oferecer o que há de melhor em relação aos serviços voltados à saúde. Acesse o site do hospital e confira todos os serviços prestados: www.hsvpmafra.org.br

Em março de 2020 a Prefeitura de Mafra celebrou um novo convênio com a instituição Associação de Caridade São Vicente de Paulo, no valor de um milhão de reais. O repasse financeiro permite o custeio das despesas de manutenção dos serviços médico-hospitalares de retaguarda para o atendimento dos pacientes do SUS, que são prestados diretamente por profissionais do hospital e que incluem diversas as especialidades médicas.

CASA DAS ETNIAS

No dia 7 de setembro de 2019, fazendo parte da programação da 2ª Festa das Etnias da cidade de Mafra, ocorreu o lançamento do Espaço Étnico Cultural e Gastronômico, na casa anexa à festa. O espaço teve por finalidade valorizar a cultura local e proporcionar a interação da comunidade com as origens através da música, do artesanato e da gastronomia.

Após a realização da festa, a casa manteve o objetivo de valorizar a cultura e hoje se chama Casa das Etnias Ferroviário Erasto de Oliveira, abrigando os departamentos de cultura e turismo da cidade de Mafra.

A casa fica localizada na antiga sede do Peri Ferroviário, na Avenida Severiano Maia, ao lado da Praça Ferroviário Miguel Bielecki.

Mafra e Rio Negro possuem diversos grupos étnicos que mantêm vivas as tradições. Entre eles estão: Associação Alemã Bucovina de Cultura, Associação dos Italianos de Rio Negro e Mafra, Braspol – Comunidade Brasileiro – Polonesa do Brasil, Grupo Folclórico Alemão Trier, Grupo Folclórico Étnico Luxemburguês Echternach, Grupo Folclórico Ucraniano Vesná e Etnia Sírio Libanesa.

CENTRO PALEONTOLÓGICO (CENPÁLEO) E MUSEU DA TERRA E DA VIDA

CENPÁLEO

O Centro Paleontológico (CENPÁLEO) foi fundado em 1997 e fica localizado no Bloco E da Universidade do Contestado (UnC) Campus Mafra, situada na Avenida Presidente Nereu Ramos, nº 1071.

Trata-se de um centro de pesquisas em paleontologia que tem como objetivo estudar e preservar o patrimônio paleontológico e arqueológico de forma geral, promover a pesquisa e a divulgação do conhecimento científico paleoarqueológico, enfatizando o material proveniente do planalto norte catarinense.

O CENPÁLEO expõe diversos fósseis e evidências geológicas sobre o que aconteceu no Sul do Brasil há cerca de 300 milhões de anos. Há acompanhamento de grupos em roteiros de campo, mediante agendamento prévio.

Museu da Terra e da Vida

O Museu da Terra e da Vida constitui a parte expositiva do CENPÁLEO. Trata-se de museu de história natural com foco no patrimônio fóssil brasileiro. É um museu de história natural, sendo um dos poucos presentes no Brasil. Sua exposição mostra a história do planeta Terra e do universo, desde sua formação até os dias atuais, com fósseis, minerais, rochas, artefatos arqueológicos e representantes de animais atuais.

Clique aqui para obter informações sobre agendamento de visitas.

CLUBE ZEPPELIN

O Clube Zeppelin foi fundado em 12 de setembro de 1897. É um dos mais tradicionais da região e faz parte da história da cidade de Mafra. Neste ano de 2020 foram realizadas reformas no local. Foi retirado o palco que fica em anexo ao salão que foi construído na década de 30. Ele foi substituído por um novo. As reformas não alteraram em nada as características do salão.

CINEPLUS EMACITE

O Cineplus Emacite é o único cinema na cidade de Mafra. É um dos poucos cinemas de rua ainda existentes no Brasil. Está situado na Rua Coronel Vitorino Bacelar, nº 22, no Centro da cidade. O imóvel é localizado no pavimento térreo do Edifício Condomínio Comercial, Turístico e Cultural Emacite.

(As fotos com público foram feitas antes da pandemia)

O local é ideal para a realização de diversos tipos de eventos, como teatros, shows, palestras, casamentos, entre outros. Diversos eventos marcantes foram realizados no Cine Emacite ao longo dos anos. Em 1967, por exemplo, o Cine Emacite foi palco para o show do cantor Roberto Carlos.

História

Em 1940, José Rauen idealizou um projeto para a construção de um complexo constituído por Hotel, Cinema e Restaurante na cidade de Mafra, cujo objetivo principal era a exploração do comércio cinematográfico e teatral. Tal complexo, a Empresa Mafrense de Cinema e Teatro, vindo dessas iniciais o nome Emacite, foi fruto de uma parceria entre José Rauen e Alfredo Herbst, que disponibilizou parte de seu capital com um terreno situado em Mafra, na Rua Coronel Victorino Bacelar e Praça Hercílio Luz, com área de 1813,60 m², onde foi edificado o prédio destinado ao cinema.

Sua construção teve início em 1950, sendo que o projeto inicial não passou de quatro paredes levantadas e teve a construção paralisada, sendo retomado apenas em 1958, pelo engenheiro Rubens Meister. O cinema foi concluído em 1961 e neste mesmo ano inaugurado em grande estilo, com acomodação para 901 pessoas. Sua arquitetura tem sido considerada uma das melhores do estado, com excelente acústica, tornando-se um dos mais modernos e perfeitos cinemas da época.

O filme da inauguração do Cine Emacite foi “A história de Ruth”. Um filme bíblico com 2h12 de duração e classificação indicativa de 12 anos para a época.

Com os avanços tecnológicos e o surgimento do vídeocassete em 1988, o cinema sofreu grande queda de público, não podendo mais repetir filmes, como era costume até então, e sim somente exibir lançamentos. Em meados do fim do século XX, o Cine Emacite deixou de exibir filmes definitivamente, por não conseguir manter as despesas da sala e pela escassez de público.

No início do século XXI foi reformado pela Prefeitura de Mafra, sob a responsabilidade da arquiteta Dilene Dias, e reaberto em 2005, sob nova direção e dispondo de ambiente moderno e, com a reforma, o palco ganhou espaço avançando sobre a plateia, que ficou com 717 lugares. Atualmente, caracteriza-se por ser um dos poucos cinemas de rua ainda em atividade.

Após passar por três trocas de proprietários, o Cine Teatro Emacite foi fechado entregue em 2013 ao Banco Fibra como pagamento de dívida com o valor equivalente a R$ 1,5 milhão. Antes da efetivação da transferência de propriedade do imóvel ao banco, um grupo composto por empresários e lideranças locais, denominado Grupo em Prol do Emacite, foi formado com o objetivo de tentar arrecadar – através de quotas – o valor equivalente ao imóvel com a finalidade de comprá-lo e, consequentemente, evitar o fechamento do mesmo, mas não houve sucesso.

Em 2014 – após muita luta – houve a realização do tombamento da função do Cine Teatro Emacite, através do Conselho Municipal de Proteção ao Patrimônio Cultural, Histórico e Artístico de Mafra (COMPPAM). Para o tombamento foi necessário realizar todos os trâmites previstos na lei nº 3592/2010 que criou a entidade e regulamenta as ações para o tombamento do imóvel. Foi necessário ainda seguir todos os trâmites previstos no capítulo III – Processo de Tombamento, artigo 8 e demais, de 06 de outubro de 2010, que regulamento o tema, sendo este efetivado com a publicação do edital no diário oficial do município, na edição do dia 10 de janeiro de 2014.

Vale ressaltar que ao longo de todo o tempo em que o cinema ficou fechado, o Banco Fibra, proprietária do imóvel, contou com o importante apoio do empresário Valdir Della Giustina Junior, proprietário do Hotel Emacite e Edifício Condomínio Comercial, Turístico e Cultural Emacite, que sempre comunicou ao banco quando houve a necessidade de alguma manutenção e colaborou nos ajustes necessários. O esforço durante os três anos de fechamento para mantê-lo preservado foi essencial para que não houvesse danos no imóvel.

Em 2016 a Rede Cineplus assumiu o local. Atualmente O Cineplus Emacite possui 730 lugares e sistemas modernos de som e projeção de última geração. A projeção é digital, sendo considerada a melhor do mercado cinematográfico nos dias atuais. No local também há um elevador e todos os demais cuidados com a acessibilidade.

A estreia do Cineplus Emacite Mafra ocorreu no dia 17 de dezembro de 2016 com o filme recém-lançado Rogue One – Uma História Star Wars. Um grande público compareceu e curtiu o cinema naquele sábado após o local ter ficado fechado por quase três anos. A reativação do cinema foi um “presente de Natal” para a população de toda a região, que agora pode assistir a grandes filmes em Mafra, sem precisar se deslocar para os grandes centros, já que o Cineplus Emacite exibe os grandes lançamentos do cinema com muita qualidade de som e imagem e com ingressos com preços acessíveis.

Acesse o site www.cineemacite.com.br e acompanhe a programação do cinema.

(As fotos com público foram feitas antes da pandemia)

PRAÇA HERCÍLIO LUZ

A Praça Hercílio Luz fica localizada no Centro de Mafra, próxima da cabeceira da “Ponte Nova” e da Ponte Metálica. Entre os atrativos está um coreto, parque infantil e a capela com a cruz do monge São João Maria.

Arraste para a esquerda ou direita para ver o antes e depois

Em 1851, durante uma passagem do Monge João Maria por estas terras, o mesmo teria orientado a população a erguer 13 cruzes em frente à antiga Capela da Mata em direção à balsa no rio Negro, como forma de livrá-los da peste, da fome e da guerra. Com o passar do tempo a epidemia acabou e as cruzes passaram a representar um símbolo de um milagre realizado por “São João Maria”, que é considerado santo por muitas pessoas.

Com o passar do tempo, as cruzes de madeira do Monge João Maria foram sendo consumidas até que restasse uma única. A cruz permanece onde atualmente é a Praça Hercílio Luz. Com o passar dos anos ela foi protegida pela capela erguida ao seu entorno. A cruz permanece até os dias de hoje como um marco da fé dos habitantes de Mafra e Rio Negro.

Ao longo da história, diversos eventos foram realizados na Praça, que é a mais antiga da cidade. A histórica foto acima mostra a cidade de Mafra na década de 20, mais precisamente em 1928, quando a cidade recebeu a visita do então governador Adolfo Konder. Natural de Itajaí-SC, Adolfo Konder foi advogado e jornalista. Na política exerceu as funções de Deputado Estadual na Assembleia Legislativa, Governador de Santa Catarina, Deputado Federal e Senador representando os catarinenses. Também foi Secretário de Estado da Fazenda, Viação, Obras Públicas e Agricultura. Exerceu o mandato de governador de Santa Catarina de 28 de setembro de 1926 a 28 de setembro de 1930. Em 1928 esteve em Mafra e ficou hospedado na residência do rionegrense Nicolau Bley Neto.

PRAÇA LAURO MÜLLER

Localizada no Alto de Mafra, a Praça Lauro Müller é uma das mais movimentadas da cidade. Possui um agradável ambiente ideal para se reunir com a família e amigos. Para as crianças há um parque infantil com vários brinquedos. Assim como todas as outras praças da cidade, a Praça Lauro Müller é bem arborizada e possui uma boa iluminação, sendo um ambiente excelente para frequentar durante o dia e a noite.

PRAÇA DEPUTADO LEOBERTO LEAL

A Praça Deputado Leoberto Leal fica localizada em frente à Capela Mortuária de Mafra, entre as ruas Balduino Schultz e Independência. Possui um parquinho infantil como área de lazer.

PRAÇA DO FÓRUM

A Praça do Fórum fica localizada na Avenida Severiano Maia, ao lado do Hospital São Vicente de Paulo e, claro, do Fórum da cidade de Mafra. O ambiente é bastante arborizado, ideal para frequentar com a família e amigos durante o dia e também à noite, pois há uma boa iluminação em todos os espaços. Há diversos bancos, academia ao ar livre, parque infantil e lanchonete.

PRAÇA FERROVIÁRIO MIGUEL BIELECKI

A Praça Ferroviário Miguel Bielecki foi inaugurada no dia 08 de setembro de 2016. Mais conhecida como “Praça dos Correios”, ela fica localizada na Avenida Severiano Maia, ao lado da Casa das Etnias.

O espaço é amplo e ideal para a realização de diversos tipos de eventos. A praça já foi utilizada para shows nacionais, atividades culturais, feiras e no dia a dia é usada pela população para a prática de atividades físicas livres, como pedaladas, uso de skate, patins, etc., além de reunir as pessoas para rodas de chimarrão entre amigos. Também há um parque infantil com diversos brinquedos.

IGREJAS

Igreja Ucraniana Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Mafra foi uma das cidades escolhidas pelos imigrantes ucranianos para a formação de colônias. Eles se instalaram principalmente nos bairros Vila Argentina, Vila Ferroviária e Jardim América, onde a maioria dos descendentes permanece até hoje. No dia 02 de fevereiro de 1972 iniciou a construção de uma capela. E em 1975 começaram as obras da atual Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro do Rito Ucraniano Oriental, que contou com apoio e doação total da população e teve seis anos de árduo esforço conjunto da comunidade. A inauguração ocorreu no dia 06 de setembro de 1981. A igreja está localizada na Rua Gov. Jorge Lacerda, nº 146.

Igreja Matriz São José

A histórica Igreja São José foi inaugurada em janeiro de 1929. Em dezembro do ano seguinte, Dom Pio Freitas, Bispo de Joinville criou a Paróquia São José. A construção da igreja nova, a qual se tornou Matriz, iniciou em setembro de 1976. A igreja está localizada na Rua Tenente Ary Rauen – Centro II Alto de Mafra.

Capela Cristo Rei

A igreja está localizada na Rua José Stobel, nº 401 – Bairro Faxinal.

Igreja Sagrada Família

A igreja está localizada na Avenida Prefeito Frederico Heyse – Centro.

Paróquia Nossa Senhora das Graças

A igreja está localizada na Rua Ingrácio José Corrêa – Bairro Vila Ivete. Atualmente está com obras de ampliação.

Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil

A igreja está localizada na Rua Gustavo Adolfo Friedrich, nº 1187 – Bairro Vila Nova.

Igreja São Cristóvão

A Igreja São Cristóvão está localizada no bairro Restinga, na Rua José Frosch. A pedra fundamental foi lançada no dia 20 de julho de 1986. A igreja foi inaugurada em 20 de julho de 1997. Possui um bonito jardim. Vale muito a pena visitar, conhecer e fazer belas fotos.

Igreja Nossa Senhora Aparecida

A Igreja Nossa Senhora Aparecida foi construída em 1979. Destaca-se pela presença da Via Sacra feita pelo artista alemão Lorenz Johannes Heilmair. Também há belos vitrais e uma grande e bela imagem da santa no ambiente externo. A Igreja localiza-se na Avenida Severiano Maia, próxima ao hospital de Mafra.

No interior de Mafra há outras belas igrejas. Vale muito a pena visitar. 😀

FOTOS HISTÓRICAS DA CIDADE DE MAFRA

O antes e depois abaixo é do histórico prédio da Prefeitura de Mafra. Atualmente o local não está em uso, já que a Prefeitura está situada em um novo prédio alugado

Inauguração do prédio da Prefeitura de Mafra

Com o tempo a margem do rio Negro foi ficando cada vez mais verde com o avanço da vegetação


As fotos abaixo são da da Rua Felipe Schmidt, uma das mais importantes da cidade de Mafra


Antiga Cooperativa dos Ferroviários em Mafra


Fotos diversas

Você gostou desta exposição? Espero que sim! 😀

Não deixe de recomendar aos seus contatos. Ao final desta página há um formulário para você comentar. Cite qual foto você mais gostou. Tem alguma curiosidade? Conte para todos! Vamos juntos valorizar e espalhar a história de Mafra.

Sempre que desejar entre em contato comigo para trocarmos ideias: contato@everlisboa.com.br

 

REFERÊNCIAS

BR-116. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2020. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/BR-116>. Acesso em 02 dez. 2020.

BR-280. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2020. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/BR-280>. Acesso em 02 dez. 2020.

LISBOA, Ever. Em 1928 Mafra recebeu a visita do governador Adolfo Konder. Seção Fatos Históricos. Disponível em: <https://www.clickriomafra.com.br/noticias/mafra/em-1928-mafra-recebeu-a-visita-do-governador-adolfo-konder>. Acesso em 28 nov. 2020.

LISBOA, Ever. Rio Negro 150 anos: Conhecendo a história através de fotografias. Rio Negro: Eltoncorp Empreendedorismo, 2020.

LISBOA, Ever. Veja fotos antigas do Cine Emacite. Blog Cine Emacite. Disponível em: <https://www.clickriomafra.com.br/emacite/veja-fotos-antigas-do-cine-emacite>. Acesso em 30 nov. 2020.

RIOMAFRA, Jornal Gazeta de. Convênio de R$ 1 milhão é firmado entre o município e o Hospital São Vicente de Paulo. Portal Click Riomafra. Seção Notícias. Disponível em: <https://www.clickriomafra.com.br/noticias/mafra/convenio-de-r-1-milhao-e-firmado-entre-o-municipio-e-o-hospital-sao-vicente-de-paulo>. Acesso em 30 nov. 2020.

RIOMAFRA, Jornal Gazeta de. Espaço Étnico Cultural e Gastronômico é lançado em Mafra. Portal Click Riomafra. Seção Notícias. Disponível em: <https://www.clickriomafra.com.br/noticias/mafra/espaco-etnico-cultural-e-gastronomico-e-lancado-em-mafra>. Acesso em 26 nov. 2020.

RIOMAFRA, Jornal Gazeta de. Finalizada a obra do viaduto em desnível no município de Mafra. Portal Click Riomafra. Seção Notícias. Disponível em: <https://www.clickriomafra.com.br/noticias/mafra/finalizada-a-obra-do-viaduto-em-desnivel-no-municipio-de-mafra>. Acesso em 28 nov. 2020.

RIOMAFRA, Jornal Gazeta de. Hospital São Vicente de Paulo completa 70 anos nesta quinta-feira (30). Portal Click Riomafra. Seção Notícias. Disponível em: <https://www.clickriomafra.com.br/noticias/mafra/hospital-sao-vicente-de-paulo-completa-70-anos-nesta-quinta-feira-30>. Acesso em 30 nov. 2020.

RIOMAFRA, Jornal Gazeta de. Inaugurado o Marco Arquitetônico do Centenário de Mafra. Portal Click Riomafra. Seção Notícias. Disponível em: <https://www.clickriomafra.com.br/noticias/mafra/inaugurado-o-marco-arquitetonico-do-centenario-de-mafra>. Acesso em 27 nov. 2020.

RIOMAFRA, Redação Click. Centro Paleontológico (CENPÁLEO) – Museu da Terra e da Vida. Portal Click Riomafra. Seção Guia Riomafra. Disponível em: <https://www.clickriomafra.com.br/guia/pontos-turisticos-de-mafra/centro-paleontologico-cenpaleo-museu-da-terra-e-da-vida>. Acesso em 27 nov. 2020.

RIOMAFRA, Redação Click. Hino da cidade de Mafra. Portal Click Riomafra. Seção Guia Riomafra. Disponível em: <https://www.clickriomafra.com.br/guia/dados-de-mafra/hino-da-cidade-de-mafra>. Acesso em 27 nov. 2020.

__________. Aspectos geográficos. Site Prefeitura de Mafra. Disponível em: <https://www.mafra.sc.gov.br/cms/pagina/ver/codMapaItem/94438>. Acesso em 25 nov. 2020.

__________. Cenpáleo. Site UnC. Disponível em: <https://www.cenpaleo.unc.br>. Acesso em 27 nov. 2020.

__________. Conheça a nossa história. Site HSVP. Disponível em: <http://www.hsvpmafra.org.br/hospital/conheca-a-nossa-historia>. Acesso em 28 nov. 2020.

__________. Planalto Sul. Site Arteris. Disponível em: <https://www.arteris.com.br/rodovias/planalto-sul>. Acesso em 02 dez. 2020.

Deixe o seu comentário